secretaria@impactualmilitar.com.br (21) 98199-2383 / 98269-5027 / 3156-3100

Notícias

Notícias da Marinha do Brasil

Na última sexta-feira, 28 de setembro, a Diretoria de Portos e Costas realizou, pela primeira vez na Praça Mauá, cerimônia alusiva ao Dia Marítimo Mundial. O evento contou com a presença do Comandante da Marinha Almirante de Esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira, do Ex-Ministro da Marinha Almirante de Esquadra Mauro César Rodrigues Pereira, do Ex-Comandante da Marinha Almirante de Esquadra Julio Soares de Moura Neto, membros do Almirantado, ex-Representantes do Brasil junto à Organização Marítima Internacional, representantes da comunidade marítima, da Sociedade Amigos da Marinha (Soamar), de empresas de navegação, dos sindicatos ligados à atividade além da população carioca que assistiu a tudo de forma atenta e participativa.

O Dia Marítimo Mundial foi criado pela Organização Marítima Internacional (IMO) com finalidade de destacar a importância das indústrias marítimas no comércio internacional. Este ano, o tema foi “IMO 70: Nosso legado - Um transporte marítimo melhor para um futuro melhor”.

Como parte da cerimônia, foi realizada a premiação do concurso de redação IMO70, a imposição do Distintivo de Comodoro, a imposição da Medalha Mérito Marítimo além de uma reverência ao patrono da Marinha Mercante do Brasil, Irineu Evangelista de Souza, o Visconde de Mauá.

O evento materializou a simbiose existente entre a Marinha do Brasil e a Marinha Mercante Brasileira, mostrando a todos o resultado de uma parceria de sucesso.

No dia 28 de setembro, o Comando do Controle Naval do Tráfego Marítimo (COMCONTRAM) recebeu a visita de 12 alunos do curso de conhecimentos náuticos para Operadores do Atalaia, ministrado pela Fundação “Homem do Mar”.

Na ocasião, o Comandante do COMCONTRAM, Capitão de Mar e Guerra Rogerio Pinto Ferreira Rodrigues, ofereceu as boas vindas e o Encarregado da Divisão de Monitoramento e Inteligência, Capitão de Corveta Fábio de Mello Santos, realizou uma apresentação sobre as atividades desempenhadas pelo Centro de Controle do Tráfego Marítimo.

O curso de Conhecimentos Náuticos para Operadores de Atalaia é resultado da parceria entre a Fundação “Homem do Mar” e o Conselho Nacional de Praticagem. O programa tem como objetivo proporcionar conhecimentos básicos para os operadores das estações de apoio à praticagem, tais como navegação costeira e eletrônica, comunicações radiotelefônicas e emprego de equipamentos para acompanhamento de navios.

Notícias da Força Aérea Brasileira

Outubro é marcado pela comemoração do Dia do Aviador (23/10) e, para celebrar a data, o jornal NOTAER traz depoimentos de aviadores distribuídos por vários esquadrões ao redor do Brasil. Saiba mais sobre o cotidiano e a motivação destes militares que levam a Força Aérea Brasileira (FAB) aos lugares mais remotos do país. Saiba também tudo sobre a função de Graduado-Master. A FAB aprovou o conceito de um Programa de Capacitação e Valorização do Graduado, estabelecendo um novo formato para a carreira desses militares, investindo no seu aperfeiçoamento e aprimoramento.

Conheça também o Portal do Pessoal, novo canal de facilidades da FAB. A plataforma é o novo formato do chamado Portal do Militar, que agora também oferece serviços a militares inativos e pensionistas. O sistema vai permitir que eles não precisem mais se deslocar até uma organização militar para atualizar informações pessoais e ter acesso a serviços, como a marcação de consultas, por exemplo.

Comemoramos também o Dia Mundial do Controlador de Tráfego Aéreo (20/10) e o Dia da Engenharia da Aeronáutica (28/10).

Confira essas e outras reportagens no Notaer de outubro.

Tripulantes do Esquadrão Harpia (7°/8° GAV), localizado na Ala 8, em Manaus (AM), participaram, no período de 17 a 28 de setembro, da Instrução de Preparação de Unidades Aéreas para Operações de Paz. O curso foi realizado pelo Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB) – Centro Sergio Vieira de Mello, na sede do Esquadrão.

“Esse treinamento consiste no preparo da Unidade Aérea sobre a doutrina da ONU [Organização das Nações Unidas], conhecido como Pre-Deployment Training, que é o treinamento antes de a Unidade ser desdobrada em Operações de Paz. Isso é uma exigência da ONU, todo mundo que participa de Operações de Paz, principalmente Unidades Aéreas, tem que receber esse tipo de treinamento. Nós, que estamos aplicando, temos experiência em Operações de Paz. Eu, por exemplo, participei de missão no Sudão do Sul, como oficial de operações aéreas”, explicou o Coordenador da Instrução para Unidades Aéreas, Major Aviador Pedro Henrique Nascimento dos Santos.

Durante duas semanas, os militares do 7°/8° GAV assistiram a aulas que abordaram temas relacionados a missões dessa natureza, como as operações de manutenção de paz da ONU, atividades de paz e segurança, direitos humanos, proteção de civis, proteção à criança, gerenciamento de estresse, suporte para unidades aéreas, segurança de voo, conceito de emprego, entre outros.

A formação trabalha a interoperabilidade entre as Forças Armadas. Isso porque o CCOPAB possui uma equipe conjunta, formada por militares da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira. O grupo multidisciplinar contribui para que o aluno tenha a visão de diferentes áreas de emprego.

O Adjunto da Célula de Avaliação Operacional do Sétimo do Oitavo Grupo de Aviação e participante da instrução, Tenente Aviador Rogério Yan Sarkis Hanada, falou sobre os ganhos dessa formação. “O curso tem preparado todos esses militares e, principalmente, o 7°/8° GAV, no sentido de atender a uma missão de manutenção de paz, sendo o helicóptero um dos vetores de grande importância, devido a sua versatilidade. O curso tem foco no nível estratégico e no tático para militares que têm a possibilidade de virem a ser um peacekeeper [aquele que participa de missões de paz da ONU] no futuro. Pessoalmente, eu acredito que é muito interessante, pois possibilita aos envolvidos ajudar outras nações nos seus momentos de necessidade, bem como vai proporcionar um ganho de experiência”, disse.

Notícias do Exército

Centro de Instrução de Guerra na Selva realiza a 129ª e a 130ª cerimônias de Concessão do Facão do Guerreiro de Selva aos novos concludentes do Curso de Operações na Selva

Manaus (AM) – No dia 26 de setembro de 2018, o Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS) realizou duas cerimônias de Concessão do Facão do Guerreiro de Selva na Base de Instrução Plácido de Castro (BI-2). O evento foi marcado pela emoção no momento da entrega dos Facões aos mais novos Guerreiros de Selva, que, após 12 semanas de treinamentos intensos nas Bases de Instrução do CIGS, concluíram o Curso de Operações na Selva, categoria "B" 18/3 e categoria "C" 18/4.

O Facão do Guerreiro de Selva é um facão de mato (terçado), representativo do guerreiro de selva, concedido pelo CIGS àqueles que ousaram enfrentar um dos mais difíceis testes do Exército Brasileiro, o Curso de Guerra na Selva, e conquistaram o direito de ostentar no peito o brevê da "cara da onça".

Constituído de lâmina em metal preto-fosco, de alta resistência, de duplo corte, em formato de meia-lua; uma das faces, possui as incrições "Guerra na Selva" e "CIGS", seguidas do números de série e a outra face é personalizada com a inscrição do nome de guerra e do número de guerreiros de selva do detentor.

Na extremidade do cabo, uma cabeça de onça em dourado ou negro, representa o animal-símbolo da guerra na selva.

Brasília (DF) – Começa nesta terça-feira, dia 2 de outubro, no Colégio Militar de Brasília, a terceira edição do Desafio Global do Conhecimento, um grande evento multidisciplinar do Sistema Colégio Militar do Brasil (SCMB) que envolve estudantes das 13 unidades espalhadas pelo País. Até o dia 5 de outubro, cerca de 500 alunos do ensino básico participam de atividades como: Feira de Ciências; Feira de Robótica; Olimpíada de Matemática; Quiz, competição de perguntas e respostas sobre conhecimentos gerais; e Mundo CM, uma Simulação de Organismos Externos, na área de Relações Internacionais, abrangendo as diversas áreas do conhecimento.

O tema do Desafio deste ano aborda as “Inovações para a Conservação do Meio Ambiente e a Transformação da Sociedade do Futuro”. A ideia é a realização de um grande fórum com propostas e soluções aos problemas apresentados, fazendo com que os alunos discutam sobre a temática dos assuntos contemporâneos do Brasil e do mundo, de modo a preparar o cidadão do futuro.

O evento conta com professores nas funções de indutores e orientadores dos discentes, apoiados por universitários do Instituto Militar de Engenharia (IME) e da Universidade de Brasília (UnB). Mais de 13 mil alunos participaram da primeira fase seletiva e, já nessa etapa, os trabalhos vencedores e os alunos-destaques serão selecionados para representarem o SCMB em eventos nacionais e internacionais. Em janeiro deste ano, alunos que se destacaram na edição passada do Desafio estiveram em visita oficial ao Escritório da Missão Permanente do Brasil na Organização das Nações Unidas (ONU) e, em especial, à sede da ONU, em Nova Iorque, Estados Unidos (EUA).

As Feiras de Ciências e de Robótica estarão abertas ao público, com entrada gratuita, nos dias 3 e 4, das 9h às 16h.